Home Governo de Portugal DGPC Home UNESCO
English Version

Conservação das Abóbadas do Mosteiro dos Jerónimo – Fase E1

Lisboa, 30/09/2015

Reconhecida a necessidade de uma intervenção simultânea de diagnóstico e de conservação e restauro de interiores e exteriores foi estabelecido o Plano de Conservação e Restauro das Abóbadas da Igreja do Mosteiro dos Jerónimos, elaborado por fases, que deu origem à empreitada que está em curso no exterior do monumento.
O sucesso desta intervenção de conservação depende em grande parte da reposição da estanquicidade do espaço interior da Igreja. 
Esta fase, que é a primeira do Plano a ser realizada no exterior, abrange a fachada poente incluindo o átrio de entrada para o claustro, o portal axial da Igreja e a torre sineira. Trata-se de uma zona que sofreu alterações profundas a partir de 1870 com a substituição do remate da torre sineira e com a demolição da Sala dos Reis cujos trabalhos de reformulação se prolongaram até 1940.

 

Para saber mais 

rss